O que esperar enquanto se espera

É como a música do Michel Teló, o tempo não espera ninguém, mas você parou para notar por quantas situações somos obrigados a esperar?

Desde algumas horas para um medicamento baixar a febre, ou meses para ver o rostinho do bebê que vai no ventre.

A vida é um eterno esperar, talvez você esteja lendo esse texto, enquanto espera pela condução num ponto de ônibus ou está aguardando o bolo terminar de assar.

A espera tem um sentido maior, o de fazer certas coisas se acomodarem dentro da gente, isso não significa que devemos ficar ociosos durante esse período, pelo contrário, é o momento de refletir qual o aprendizado podemos tirar disso tudo e agir dentro do que for possível.

É assim até mesmo quando sua espera é compulsória e possa parecer inútil como estar esperando seu ônibus chegar num ponto lotado e em dia de chuva.

Há muitos anos, existia um grande parque de diversões em São Paulo chamado Playcenter (o parque encerrou suas atividades em 29/07/2012, e eu estava lá, emocionante), e uma vez fui com meu filho, o dia estava nublado e o parque não estava cheio, o que significava filas mais curtas nos brinquedos, então brincamos muito, mas teve uma hora que os dois ficaram enjoados e fomos parar na enfermaria, e sabe o que o enfermeiro nos disse? Por isso que é bom ter as filas, dá tempo para o corpo recuperar até você ir girar em outro brinquedo. Como dizem os italianos: Capisci *?

Além de aproveitar o tempo de espera para refletir e acomodar sentimentos, que tal procurar observar e agir de forma consciente sobre o seu presente.

A único momento que estamos realmente vivendo é o presente, e se esse presente nos coloca numa situação de espera, vale analisar qual a melhor forma de vivenciar isso tudo.

Talvez você almeje aquela promoção no trabalho que não se sabe quando ou se vai chegar, então é importante encontrar prazer e se preparar com sua atividade de hoje, assim quando o que você espera chegar, estará pronto.

Nem sempre a felicidade estará presente durante esse caminho, um ente querido hospitalizado ou doente, nos obriga tempos difíceis de espera, mas até nessa hora podemos aprender.

Em situações assim desenvolvemos nossa empatia, paciência e perseverança, e com certeza serão lições úteis para outros momentos.

Então fica meu convite para quando você estiver numa situação de espera, lembre-se que o tempo não para, mas que controle de como vivenciar esse momento está em suas mãos.

Enquanto espera pelo próximo artigo, que tal me contar o que tem achado do meu conteúdo nas redes sociais?

Siga: @margaretebritoautora no instagram.

Até breve!


*entende?




7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo