Minha vida daria um livro!


Desde que comecei a me dedicar de verdade à escrita, coisas curiosas acontecem a todo instante, mas a que acho mais incrível são as pessoas que chegam até mim e dizem: Minha vida daria um livro!


E quanta verdade nessa fala!


Basta alguns minutos de prosa para ver o quanto o roteiro da nossa vida é recheado de coisas tristes, alegres, inesperadas e até inacreditáveis.


Os produtores de um filme se utilizam de um roteiro para a sequencia das cenas durante a gravação de um filme, alguns de nós, escritores, também usam essa técnica que na literatura se chama escaleta, que nada mais é do que o roteiro das cenas e capítulos do livro, isso nos ajuda a ter coerência e dinâmica durante a narrativa.


Mas aí vem a vida real que foge de qualquer roteiro!


Você faz uma faculdade e muda de área, uma pessoa cruza seu caminho e nasce um grande amor, aquela pessoa tímida se transforma na sua melhor amiga, perdemos entes queridos, adotamos um pet e a depressão vai embora, tantos acontecimentos...


Eu confesso que minha maior inspiração para escrever, além da minha própria vida, são situações que ouço dessas pessoas ou vejo pelas ruas.


Quer um exemplo?


No meu primeiro livro A Busca de Luna, contemplado pelo Profac (Programa de fomento a arte e cultura de Mogi das Cruzes) em 2019, a protagonista vivencia o transtorno ansiedade, algo que eu mesma enfrento até hoje. Tirando a ficção da história (cenas hot e outras coisitas mais), as dúvidas e medos que Luna enfrenta foram as minhas dúvidas e medos!


E você? Quer me contar uma situação da sua vida que daria um livro?





Deixe ai nos comentários!!

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo